RAD Studio XE agora com Delphi XE, C++Builder XE, Delphi Prism XE e RadPHP XE

Amigos desenvolvedores, agora não é mais segredo, durante as próximas 3 semanas vocês irão conhecer algumas das novidades do próximo RAD Studio XE, você esperava algo como RAD Studio 2011 ou Delphi 2011 o que não deixa de ser, mas a nova versão do RAD Studio, Delphi, C++Builder, Delphi Prism e RadPHP se chama  XE, uma mudança de nome que traz maior consistência as versões dos nossos produtos, entretanto as versões XE dos nossos produtos trazem:

  • Suporte heterogêneo a vários bancos de dados incluído no produto sem custo adicional
  • Suporte ao ToolCloud, nossa solução para gerenciamento e distribuição de licenças para as empresas
  • Os produtos XE oferecem upgrade para o All-Access XE, onde você pode ter todas ferramentas para desenvolvimento e banco de dados da Embarcadero.

E além disso outras novidades, como:

  1. RAD Studio XE é o conjunto de ferramentas da Embarcadero para desenvolvimento nativo, .NET e WEB que acompanha Delphi XE, C++Builder XE, Delphi Prism XE e RadPHP XE
  2. RadPHP anteriormente conhecido como Delphi for PHP vem em nova versão e com várias novidades para o desenvolvimento de aplicações PHP
  3. Integração completa com Subversion no Delphi XE, C++Builder XE e Delphi Prism XE
  4. Agilidade no processo de desenvolvimento automatizando builds com FinalBuilder e algumas das funcionalidades do RAD Studio através de linha de comando
  5. Geração de Diagramas de Sequência a partir de código Delphi
  6. AQTime integrado e parte do RAD Studio XE melhorando a qualidade das aplicações através do Performance Profiler.

Assista o vídeo

abaixo e conheça alguma das novidades na prática.

Fonte: http://www.andreanolanusse.com/blogpt/rad-studio-xe-agora-com-delphi-xe-cbuilder-xe-delphi-prism-xe-e-radphp-xe/comment-page-1/#comment-1139

E se Chuck Norris fosse um DBA?

  • Chuck Norris não faz DELETEs. Ele olha para os registros e eles correm de medo.
  • Chuck Norris não cria PKs. Os registros simplesmente não atrevem-se a duplicar.
  • Chuck Norris não usa LOG. Ele lembra de todos registros que alterou.
  • Chuck Norris não usa LOG. Ele não vai falhar.
  • Chuck Norris não cria índices. Ele sabe que os registros retornarão o mais rápido que puderem.
  • MSSQL SERVER é muito mais rápido que ORACLE. Basta que o DBA seja Chuck Norris.
  • Uma vez adaptaram o ROUNDHOUSE KICK para o ORACLE. Assim nasceu o TRUNCATE TABLE.
  • Chuck Norris não dá DROP TABLE. Ele dá ROUNDHOUSE KICK TABLE.
  • Uma vez Chuck Norris deu um ROUNDHOUSE KICK em um banco poderoso. Hoje ele é conhecido por ACCESS.
  • Chuck Norris sabe todos os erros do ORACLE de cor. Porque ele criou eles.
  • SELECT SUM(FORÇA) FROM CHUCK_NORRIS; Internal error. Don’t call the support.
  • SELECT CHUCK_NORRIS; Drop database sucessful.
  • SELECT ROUNDHOUSE_KICK FROM CHUC… Lost connection.
  • DELETE FROM CHUCK_NORRIS. Not Found. (Ele está atrás de você, a ponto de dar um ROUNDHOUSE KICK!!!)
  • Chuck Norris tem IGNORE CONTRAINTS automático. Ninguém restringe nada a Chuck Norris. Ninguém.
  • Chuck Norris não faz cursos de ORACLE. A ORACLE é que faz cursos com ele.
  • Chuck Norris instala o ORACLE sem ler o manual. (Quem você pensa que é para ter tentado isso?)
  • Chuck Norris instala o ORACLE em um 486. Rodando KURUMIM. Em 2 minutos.
  • Chuck Norris instala o MSSQL Server em um Pentium 100MHZ. Rodando Solaris. A partis dos fontes.
  • Chuck Norris instala o DB2 em um 486. Rodando WINDOWS VISTA. Sem HD.
  • Chuck Norris não tem Certificação. São as empresas que tentam tirar Certificação em Chuck Norris. Em vão.
  • Se disser ao DBA Chuck Norris que “o problema está no banco”, é melhor que esteja se referindo a algum banco Instituição Financeira.
  • Chuck Norris sabe qual o problema de performance do banco. Ele só está dando uma chance do banco se arrepender. 5… 4… 3…
  • Chuck Norris não cria STORED PROCEDURES. Todas suas Queries já se armazenam no banco, tentanto se esconder. Mas é inútil.
  • TRIGGERS tem este nome porque Chuck Norris sempre ameaçava atirar no banco quando ele não fazia algo automático.
  • Chuck Norris não faz Modelo de Dados. Ele encara o banco até que ele faça o modelo sozinho.
  • Chuck Norris instala o ORACLE sem a interface gráfica. E sem a interface texto. (Pergunte a ele você!)
  • Megabyte, Gigabyte, Terabyte, Petabyte, Exabyte, Chuckbite.
  • ORACLE tem as versões Personal, Standard, Enterprise e ChuckNorris Edition. Mas nenhum computador é rápido o suficiente para rodá-lo.

Qual é a CPU?



type
  TCPUVendor = (cvUnknown, cvAMD, cvCentaur, cvCyrix, cvIntel, cvTransmeta,
    cvNexGen, cvRise, cvUMC, cvNSC, cvSiS);

  TCPUVendorStr = string[12];

const
  CPUVendorStr: array [ Low(TCPUVendor) .. High(TCPUVendor)]
    of TCPUVendorStr = ('', 'AuthenticAMD', 'CentaurHauls',
    'CyrixInstead', 'GenuineIntel', 'GenuineTMx86',
    'NexGendriven', 'RiseRiseRise', 'UMC UMC UMC ', 'Geode by NSC',
    'SiS SiS SiS');

function GetCPUVendorStr: string;
function GetCPUVendor: TCPUVendor;

var
  FormCPUID: TFormCPUID;

implementation

{$R *.dfm}

function GetCPUVendorStr: string;
// Note: this code comes from the FastCode project
// (see http://sourceforge.net/projects/fastcode/)
type
  TRegisters = packed record
    EAX: Cardinal;
    EBX: Cardinal;
    ECX: Cardinal;
    EDX: Cardinal;
  end;

  function IsCPUIDAvailable: boolean; register;
  asm
      PUSHFD                 // Save EFLAGS to stack
      POP     EAX            // Store EFLAGS in EAX
      MOV     EDX, EAX       // Save in EDX for later testing
      XOR     EAX, $200000   // Flip ID bit in EFLAGS
      PUSH    EAX            // Save new EFLAGS value on stack
      POPFD                  // Replace current EFLAGS value
      PUSHFD                 // Get new EFLAGS
      POP     EAX            // Store new EFLAGS in EAX
      XOR     EAX, EDX       // Check if ID bit changed
      JZ      @Exit          // No, CPUID not available
      MOV     EAX, True      // Yes, CPUID is available
      @Exit:
  end;

  procedure GetCPUID(const Param: Cardinal; var Registers: TRegisters);
  asm
     PUSH    EBX                         { save affected registers }
     PUSH    EDI
     MOV     EDI, Registers
     XOR     EBX, EBX                    { clear EBX register      }
     XOR     ECX, ECX                    { clear ECX register      }
     XOR     EDX, EDX                    { clear EDX register      }
     DB $0F, $A2                         { CPUID opcode            }
     MOV     TRegisters(EDI).&EAX, EAX   { save EAX register       }
     MOV     TRegisters(EDI).&EBX, EBX   { save EBX register       }
     MOV     TRegisters(EDI).&ECX, ECX   { save ECX register       }
     MOV     TRegisters(EDI).&EDX, EDX   { save EDX register       }
     POP     EDI                         { restore registers       }
     POP     EBX
  end;

var
  VendorStr: TCPUVendorStr;
  Registers: TRegisters;
begin
  if (IsCPUIDAvailable) then
  begin
    // Call CPUID function 0
    GetCPUID(0, Registers);
    // Get CPU vendor
    SetLength(VendorStr, 12);
    Move(Registers.EBX, VendorStr[1], 4);
    Move(Registers.EDX, VendorStr[5], 4);
    Move(Registers.ECX, VendorStr[9], 4);

    Result:= string(VendorStr);
  end
  else
    Result := 'cvUnknown';
end;

function GetCPUVendor: TCPUVendor;
var
  VendorStr: TCPUVendorStr;
begin
  Result:= cvUnknown;
  VendorStr:= AnsiString(GetCPUVendorStr);
  if VendorStr <> 'cvUnknown' then
  begin
    Result := High(TCPUVendor);
    while ((VendorStr <> CPUVendorStr[Result]) and (Result > Low(TCPUVendor))) do
      Dec(Result);
  end;
end;

procedure TFormCPUID.Button1Click(Sender: TObject);
begin
  Button1.Caption:= GetCPUVendorStr;

  if cvIntel = GetCPUVendor then
    MessageDlg('Genuine Intel!', mtInformation, [mbOK], 0);
end;
Fonte: https://forums.embarcadero.com/thread.jspa?messageID=201869&tstart=0#201869

Ranking das Linguagens de Programação:

Com base no periodo de Maio de 2009 com 2010:

Position
May 2010
Position
May 2009
Delta in Position Programming Language Ratings
May 2010
Delta
May 2009
Status
1 2 C 18.186% +2.06% A
2 1 Java 17.957% -1.58% A
3 3 C++ 10.378% -0.69% A
4 4 PHP 9.073% -0.85% A
5 5 (Visual) Basic 5.656% -2.97% A
6 7 C# 4.779% +0.51% A
7 6 Python 4.097% -1.45% A
8 9 Perl 3.286% -0.24% A
9 11 Delphi 2.566% +0.24% A
10 39 Objective-C 2.363% +2.23% A
11 10 Ruby 2.094% -0.60% A
12 8 JavaScript 2.084% -1.46% A
13 12 PL/SQL 0.859% -0.24% A
14 13 SAS 0.732% -0.07% A
15 14 Pascal 0.728% -0.05% A–
16 22 Lisp/Scheme/Clojure 0.651% +0.19% B
17 16 ABAP 0.650% -0.02% B
18 Go 0.640% +0.64% A-
19 18 MATLAB 0.612% +0.09% B
20 20 Lua 0.493% +0.01% B

Fonte: tiobe.com

Skin do Office 2010 no Delphi:Business Skin Form 8.37 D7-D2009-D2010

BusinessSkinForm biblioteca VCL ajuda a criar aplicações com temas e
suporte para formulários, menus, dicas, padrão e muitos controles DB. Esta
biblioteca inclui temas do office2010, o controle da Faixa de Opções e Ribbon UI
Menu de aplicativos. Você pode criar seus temas com editor especial. Desenvolver
seus aplicativos de negócios com BusinessSkinForm VCL.

Links:

http://www.megaupload.com/?d=P62QNZFS
http://uploading.com/files/a1344398/…%2BCracked.7z/
http://www.sendspace.com/file/8qhn4r
http://hotfile.com/dl/43910011/4f9c0…racked.7z.html
http://depositfiles.com/files/cp78ka44x

Password:
Coolliam@board4all.cz

Fonte: deblugando.wordpress.com

Primeiro homem infectado com um vírus de computador

O Dr. Mark Gasson, da universidade britânica University of Reading’s School of Systems Engineering, é oficialmente o primeiro ser humano infectado por um vírus de computador. Isso aconteceu depois que um implante que Gasson tem na mão foi infectado intencionalmente por um malware.

Vírus de computador em um ser humano

O chip implantado na mão do doutor é na verdade um RFID que foi colocado para que ele pudesse passar por portas de segurança e ativasse seu celular apenas quando ele estivesse usando. Isso foi uma experiência criada por ele, que também serviu de cobaia para o projeto.

Agora, Gasson resolveu fazer novos testes e implantou por conta própria um vírus de computador no seu chip. O que ele conseguiu provar é que esse vírus pode ser transmitido para os sistemas de controle que monitoram o RFID.